Sobre o autor

Fran Alonso por Manuel G Vicente 1

FRAN ALONSO (Vigo, 1963), escritor, editor e jornalista, é autor de uma ampla obra literária que abrangue vários géneros e que mereceu o reconhecimento de crítica e público. Licenciado em Filologia Galego-Portuguesa pela Universidade de Santiago de Compostela, na atualidade exerce como Subdiretor para a Edição Geral em Edicións Xerais da Galiza. Foi Vice‐Presidente da Associação Galega de Editores e membro da Comissão Diretiva do Pen Club da Galiza. É mestrado em Literatura Infantil e Promoção da Leitura pela UCM e é membro fundador da associação Espazo Lectura. Foi colaborador habitual de diversos meios de comunicação como A Nosa Terra, La Voz de Galicia, El País, etc. Toda a sua obra literária se caracteriza por um desejo de renovação formal e um posicionamento rebelde e inconformista, que lhe conferem grande solidez e unidade, seja qual seja o género empregado. O seu labor criativo tamén compreendeu a ilustração de dois dos seus livros infantis através do desenho com tipografias ou com fotografia.

Em Portugal, publicou o poemário Balada solitária (Edições Eterogémeas, 2004), com fotografías de Renato Roque e o álbum infantil A aranha e eu (Kalandraka, 2009). Publicou ao redor de 30 livros e a sua obra foi alvo de prémios como o Blanco Amor de Novela, o Losada Diéguez à melhor obra literária do ano, o Rañolas de Literatura Infantil e Juvenil ao melhor livro infantil, a distinção White Ravens ou o Prémio de Novela por Entregas de La Voz de Galicia, entre outros. Durante os anos 90 dirigiu a coleção de poesia Ablativo Absoluto e é autor da reconhecida antología Poetízate (2006), da que se fizeram já 12 edições.

O seu primeiro livro de poemas, Persianas, pedramol e outros nervios (1992), foi um dos pioneiros em suscitar o debate poético da década dos 90 na Galiza. Depois, como poeta, publicou Tortillas para os obreiros (1996); Cidades (1997); Subversións (2002); Balada solitária (2004); O meu gato é un poeta (2011), que se prolonga em um site e em um CD no que recita acompanhado do músico Xurxo Souto;  Transición (2011), livro de poemas que contém um CD no que recita acompanhado de María Lado; e Poétic@ (2014), um livro digital de poesia transmídia. Realiza espetáculos poéticos para crianças e adolescentes baseados nos seus livros Cidades, O meu gato é un poeta, Poetízate e diversos textos de poesia galega; o mais conhecido é «A poesia é um balão», que também realizou na biblioteca Almeida Garett do Porto. Por encárrego gravou, com o poeta María Lado, o CD «Poetas galegos», recitando para a revista americana Metamorphoses, da Universidade de Massachusetts (2014).

Além disso, a sua obra compreende também o âmbito da narrativa (com títulos como Tráiler, Cemiterio de elefantes, Males de cabeza, Ninguén ou A punta de pistola), da literatura infantil e juvenil (O brillo dos elefantes, Cartas de amor ou Silencio), do álbum ilustrado (A casa da duna, A araña e mais eu) e do jornalismo (Territorio ocupado, Un país a medio facer, A voz que vén da seitura, Contesta ou disparo).

 O seu blogue Cabrafanada é dos mais antigos que se criaram na Galiza (2003). Os seus livros traduziram-se a diversas línguas.

Mais informação em http://www.franalonso.gal 

  1 comentário para “Sobre o autor

Comments are closed.

Este site utiliza cookies para uma melhor experiência de usuário. Ao continuar no site está a consentir a utilização das cookies e a aceitação da nossa política de cookies. ACEPTAR

Aviso de cookies